CEAO - Centro de Estudos Afro-Orientais

Com aula magna de ex-prefeito de Salvador, começa nesta terça, 23/02, atividades ao vivo do “Ocupa Ceao” com participantes do Brasil, África, Américas e Europa

Aula magna sob tema “A comunicação política como direito da cidadania” será proferida pelo ex-prefeito de Salvador, professor emérito da Faculdade de Direito da UFBA, Edvaldo Brito, a partir das 19h15.

Participam como convidados, dirigindo-se aos 240 alunos matriculados de todo o Brasil, países da África, da Europa, das Américas Latina e do Norte, os pró-reitores Cássia Virgínia, de assuntos estudantis e ações afirmativas, e Sérgio Ferreira, de pesquisa e pós- graduação dessa universidade.

Terá ainda a palavra representantes da administração e dos técnicos do Centro de Estudos Afro-Orientais (Ceao), objeto em torno do qual o projeto está inspirado.

O Ocupa Ceao! – Curso de Comunicação, Política, Cultura e Sociedade, é coordenado pelo professor titular Fernando Conceição, da Faculdade de Comunicação, pesquisador no Instituto de Humanidades Artes e Ciências Milton Santos (IHAC), da UFBA.

Trata-se de projeto de extensão contemplado em edital, com duração de um ano. A grande procura de inscritos – mais de 5.200 - fez com que as vagas fossem ampliadas de 100 para 240.

Até novembro deste 2021 os alunos – oriundos do ativismo social e formadores de opinião – serão capacitados em aulas teóricas e oficinas práticas de produção de produtos comunicacionais alternativos.

Por conta da pandemia da Covid 19 as atividades, sempre às terças e quintas-feiras das 18:40 às 20:30h, e eventualmente aos sábados pela manhã, dar-se-ão pelo modo remoto, em plataforma virtual.

Colaborarão no conteúdo do curso equipe convidada de experts qualificados nos temas do projeto, conforme informações do www.permanecermiltonsantos.blogspot.com .

Os especialistas virão do Brasil e de universidades dos Estados Unidos e de Portugal. Além desses, acaba de integrar-se à equipe a jornalista Margarida Fontes, de Cabo Verde, África, profissional reconhecida naquele país à frene de projetos televisivos e de radiodifusão.

Mais informações pelo WhatsApp +55 71 9163-3719

 

Categoria: